QUEM NUNCA SE BENEFICIOU COM O USO DE CHÁS MEDICINAIS?

 

QUEM NUNCA SE BENEFICIOU COM O USO DE CHÁS MEDICINAIS?

NÃO É DE SE ESPANTAR QUE, NUM SÉCULO DE MUITA TECNOLOGIA, AS PESSOAS CONTINUAM USANDO E DIFUNDINDO O USO DE CHÁS MEDICINAIS.

AFINAL, É QUASE CERTO QUE, NA NATUREZA, ESTÁ A CURA DE TODAS AS DOENÇAS.

NÃO POR ACASO, GRANDES LABORATÓRIOS INVESTEM FORTUNAS PARA PESQUISAR PLANTAS MEDICINAIS E PATENTEÁ-LAS.

A QUESTÃO É: COMO FAZER O CHÁ?

MUITA GENTE DESPERDIÇA AS PROPRIEDADES MEDICINAIS DA ERVA, POR NÃO SABER O MODO CORRETO DE PREPARAR UM CHÁ.

AS FORMAS DE FAZER CHÁ SÃO: INFUSÃO E DECOCÇÃO.

INFUSÃO – DESPEJAR ÁGUA FERVENTE SOBRE A PLANTA.

DECOCÇÃO OU COZIMENTO – FERVER 8 Gramas DA PLANTA FRESCA OU 5 Gramas DA PLANTA SECA, EM QUANTIDADE EQUIVALENTE A 1 XÍCARA DE ÁGUA. SE FOR FOLHA, DESLIGAR O FOGO ASSIM QUE INICIAR A FERVURA, ABAFAR, AGUARDAR 20 MINUTOS DEPOIS INGERIR. NO CASO DE CASCAS, FERVER DE 5 A 10 MINUTOS, DESLIGAR, ABAFAR, AGUARDAR 20 MINUTOS, INGERIR.

PLANTAS MAIS USADAS

ABAIXO UMA RELAÇÃO COM ALGUMAS PLANTAS MEDICINAIS, MUITAS DELAS DE EFICIÊNCIA COMPROVADA POR ESTUDOS CIENTÍFICOS.

– ALFAZEMA OU LAVANDA (Lavandula angustifolia). ESTIMULANTE, DIGESTIVA, COMBATE CÓLICAS, CALMANTE DO NERVOS, INDICADA NA INSÔNIA, NEVRALGIAS, ASMA BRÔNQUICA. O ÓLEO ESSENCIAL TEM GRANDE EFEITO ANTIMICROBIANO (FOI USADO NA 2ª GUERRA MUNDIAL NAS FERIDAS DOS SOLDADOS).

– ALCACHOFRA (Cynara scolymus) EXCELENTE CONTRA O EXCESSO DE COLESTEROL, PROTEGE O FÍGADO. ESTUDOS CIENTÍFICOS SOBRE A ALCACHOFRA COMPROVARAM QUE O SUCO DAS FOLHAS COM AS FLORES, DIMINUI O COLESTEROL RUIM (LDL) E AUMENTA O COLESTEROL BOM (HDL). MULHERES GRÁVIDAS OU AMAMENTANDO DEVEM EVITAR. USADA COM A BERINJELA (Solanum melongena) POTENCIALIZA OS EFEITOS. TEMOS PERCEBIDO QUE O USO EM EXCESSO DO SUCO DA BERINJELA, PROVOCA RESSECAMENTO NA PELE E EMAGRECIMENTO.

– ANIS-ESTRELADO (Illicium verum). É BÁSICO NA PRODUÇÃO DE FAMOSO MEDICAMENTO ANTIVIRAL DA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA. SEU CHEIRO LEMBRA A ERVA-DOCE PORQUE POSSUEM DETERMINADO PRINCÍPIO ATIVO EM COMUM. ÓTIMO CALMANTE, NA BRONQUITE, CANSAÇO, DOENÇAS DA BEXIGA E NÁUSEAS, BOM CARMINATIVO (ESTIMULA O APETITE).

– AROEIRA (Myracrodruon urundeuva) E BARBATIMÃO (Stryphnodendron adstringens). ANTI-INFLAMATÓRIOS E CICATRIZANTES, NAS GASTRITES E PROBLEMAS NA COLUNA.

– CALÊNDULA (Calendula officinalis). ALERGIAS, ÓTIMO CICATRIZANTE (A TINTURA DILUÍDA EM ÁGUA É USADA NAS FERIDAS ABERTAS), MUITO ÚTIL EM PROBLEMAS DE FÍGADO, MÁ DIGESTÃO E GASTRITE, PROBLEMAS DE PELE EM GERAL.

– CAMOMILA (Chamomilla recutita). DIGESTIVA, SEDATIVA, CÓLICAS EM BEBÊS. O SEU ÓLEO ESSENCIAL É AZUL (O AZUL NA CROMOTERAPIA TEM A PROPRIEDADE DE RELAXAR).

– CAPIM-LIMÃO (Cymbopogon citratus). ANTISSÉPTICO, POR SUA AÇÃO CONTRA FUNGOS E MICRORGANISMOS, COMPOSTO PRINCIPALMENTE DE CITRAL QUE TEM AÇÃO CALMANTE E ESPASMOLÍTICA (ELIMINA CÓLICAS). TAMBÉM CONTÉM MIRCENO QUE É ANALGÉSICO. POR SER DIURÉTICO E CALMANTE AMENIZA A PRESSÃO ALTA.

– CARQUEJA (Bacharis trimera). ESTUDOS EM 1967 DEMONSTRARAM REDUÇÃO DOS NÍVEIS DE AÇÚCAR (GLICOSE) NO SANGUE. MUITO INDICADA TAMBÉM NOS PROBLEMAS DO ESTÔMAGO E FÍGADO. NÃO USAR POR MUITO TEMPO. É DIURÉTICO POTENTE E PODE CAUSAR A PERDA DE MINERAIS OU EMAGRECIMENTO.

– CAROBINHA (Jacaranda pteroides) E A CAVALINHA (Equisetum giganteum). JUNTAS TÊM DADO ÓTIMOS RESULTADOS NOS CASOS DE ALERGIA, AFECÇÕES DOS RINS E DA BEXIGA. A CAROBINHA TAMBÉM É USADA NOS PROBLEMAS CIRCULATÓRIOS, GRANDE DEPURATIVO, COMBATE AMEBÍASE.

– CHAPÉU-DE-COURO (Echinodorus grandiflorus). DEPURATIVO, TAMBÉM USADO NO TRATAMENTO DOS RINS, DIURÉTICO, ABAIXA A PRESSÃO. TEM A PROPRIEDADE DE INTERROMPER A ARTERIOESCLEROSE.

– CIPÓ-MIL-HOMENS (Aristolochia cymbifera). EXTRAORDINÁRIO ANTIPARASITÁRIO, TRATA MÁ DIGESTÃO, PRINCIPALMENTE OCASIONADA POR VERMES. É UTILIZADO COM ARGILA SOBRE A CABEÇA VISANDO EXPULSAR CISTICERCOS, POPULARMENTE CHAMADOS DE “OVO DE SOLITÁRIA”. É USADO SE A IMUNIDADE ESTÁ BAIXA. QUEM TEM PROBLEMAS CARDÍACOS DEVE TER CUIDADO COM O USO.

– CORDÃO-DE-FRADE (Leonotis nepetaefolia). TÔNICO E ESTIMULANTE, ANTIMICROBIANO, COM EFEITO COMPROVADO CIENTIFICAMENTE SOBRE O STAPHILOCOCCUS AUREUS (BACTÉRIA). USAMOS TAMBÉM NA ARTRITE E ARTROSE ACOMPANHADAS DE EXCESSO DE ÁCIDO ÚRICO.

– ERVA-DE-SÃO-JOÃO (Ageratum conyzoides). CALMANTE, ANALGÉSICO, ANTI-INFLAMATÓRIO, NO REUMATISMO E CÓLICAS. A OUTRA ERVA-DE-SÃO-JOÃO (Hypericum perforatum) FICOU FAMOSA NO TRATAMENTO DA DEPRESSÃO.

– ERVA-CIDREIRA DE HORTA (Lippia alba). É CALMANTE E COMBATE CÓLICAS. CONTÉM CITRAL E MIRCENO. TRATA PRESSÃO ALTA E MÁ DIGESTÃO.

– ERVA-DOCE (Pimpinella anisum). CALMANTE, EXTREMAMENTE EFICIENTE CONTRA GASES ESTOMACAIS, CÓLICAS, DOR DE CABEÇA, RESFRIADOS.

– ESPINHEIRA-SANTA (Maytenus aquifolium). CIENTIFICAMENTE COMPROVADA NO TRATAMENTO DE GASTRITE E ÚLCERAS. MELHORA A DIGESTÃO E ELIMINA GASES DO ESTÔMAGO.

– FOLHA DA UVA (Vitis vinifera). USAR O BANHO DE ASSENTO (SENTAR NA BACIA) COM O CHÁ DAS FOLHAS NOS CASOS DE HEMORROIDAS. A INGESTÃO AUMENTA A IMUNIDADE.

– IPÊ-ROXO (Tabebuia avellanedae). ANTI-INFLAMATÓRIO, ANTIFÚNGICO E ANTIALÉRGICO. USADO NO TRATAMENTO DE TUMORES.

– JURUBEBA (Solanum paniculatum). USADA NOS PROBLEMAS DIGESTÓRIOS EM GERAL. DESINTOXICA O FÍGADO (OFICIALMENTE REGISTRADA NA FARMACOPEIA BRASILEIRA CONTRA ANEMIA E PROBLEMAS HEPÁTICOS).

– MACAÉ (Leonurus sibiricus). DIURÉTICO, DIMINUI A PRESSÃO ARTERIAL, NAS INDIGESTÕES, NO EXCESSO DE MENSTRUAÇÃO, CALMANTE DO CORAÇÃO E DEPURATIVA. MULHERES GRÁVIDAS DEVEM EVITAR.

– MACELA (Achyrochline alata). NO ESTUDO DE ARISAWA (1994), REDUZIU 67% DE CÉLULAS CANCEROSAS. CALMANTE.

– MARGARIDA (Bellis perennis). PROBLEMAS DO SISTEMA NERVOSO E ESGOTAMENTO MENTAL.

– MELISSA (Melissa officinalis). ANSIEDADE, INSÔNIA E MÁ DIGESTÃO, GRIPE E ENXAQUECA. TEM AÇÃO CONTRA O VÍRUS DA HERPES LABIAL (AQUELES “SAPINHOS” QUE APARECEM NO CANTO DA BOCA).

– PARA-TUDO (Drimys agranatensis). EXCELENTE NAS INDIGESTÕES.

– PANACEIA (Solanum cernuum). TEM MUITOS USOS, É DEPURATIVO, ÓTIMOS RESULTADOS EM DOENÇAS VENÉREAS (GONORREIA E CANDIDÍASE).

– ROSA BRANCA (Rosa galica). CALMANTE E REFRESCANTE. PRISÃO DE VENTRE E INDIGESTÕES. ÓTIMA EM COMBINAÇÕES DE ERVAS.

– SETE-SANGRIAS (Cuphea carthagenensis). COLESTEROL ALTO, HIPERTENSÃO ARTERIAL. LIMPA MESMO O SANGUE, MELHORA A CIRCULAÇÃO.

– SALSAPARRILHA (Smilax japicanga). TÔNICO. DEPURATIVA. REUMATISMO. DOENÇAS VENÉREAS (NA SÍFILIS ESTUDOS NA CHINA CONFIRMARAM 90% DE EFICÁCIA). ANTIBIÓTICO NATURAL. DOENÇAS DE PELE. PSORÍASE. HÁ SUSPEITAS DE QUE SEUS ESTEROIDES POSSAM SER TRANSFORMADOS EM ESTROGÊNIO E TESTOSTERONA NO CORPO HUMANO (REPOSIÇÃO HORMONAL).

– SABUGUEIRO (Sambucus australis). É ANTIVIRAL. SARAMPO E CATAPORA. CICATRIZANTE E ANTI-INFLAMATÓRIO. EFICIENTE EM INFECÇÕES RESPIRATÓRIAS, SINUSITE, FEBRES, ARTRITE E REUMATISMO.

– TANCHAGEM (Plantago major). PROBLEMAS MENSTRUAIS. DESINTOXICANTE DAS VIAS RESPIRATÓRIAS E DO SANGUE. ANTI-INFLAMATÓRIA, PRINCIPALMENTE EM RELAÇÃO À BOCA, GARGANTA E ESTÔMAGO.

– UNHA-DE-GATO (Uncaria guianensis) E UXI-AMARELO (Endopleura uchi). SÃO USADOS JUNTOS CONTRA INFLAMAÇÕES EM GERAL. HÁ PESQUISAS COMPROVANDO A ELIMINAÇÃO DE MIOMAS.

 https://www.curapelanatureza.com.br/2013/08/tudo-o-que-voce-precisa-...